Connect with us

ÚLTIMAS

DENÚNCIA: Autônomos do Vila do Mar são expulsos por “engenheiro” da obra da Prefeitura de Fortaleza

Avatar

Publicado

em

Não é de hoje que a prefeitura de Fortaleza faz retaliações aos autônomos, trabalhadores informais aqui na capital cearense. Uma luta constante já é bem antiga, e é em busca de melhorias dos feirantes da José Avelino ou como é conhecida como “Feira da Madrugada” ou “Feira da José Avelino”, localizada no Centro da cidade, e quem está a frente desta luta é Queiroz do Povo, que já briga há mais de 20 anos.

Para quem não sabe, Queiroz do Povo é o criador da maior página do Facebook aqui da capital, chamada FORTALEZA ABANDONADA, que fala diariamente sobre denúncias e vai em busca de melhorias para a classe trabalhadora há muito tempo.

Essa feira teve início na Praça da Sé, com a comercialização de produtos para cama, mesa e banho, bordados à mão ou á máquina, provenientes do interior do Ceará. Inicialmente, os produtos eram vendidos para comerciantes do Mercado Central de Fortaleza, e, por serem expostos no chão, a feira era chamada de “shopchão”.

Recentemente Queiroz do Povo recebeu a denúncia que autônomos/ambulantes, estavam sendo “despejados” do seu local de trabalho que os mesmos já seguem há mais de 10 anos no local.

A Prefeitura de Fortaleza vem fazendo a suposta “revitalização” do Vila do Mar – Beira Rio, que já dura mais de 10 anos de obras paradas e tem orçamento total de R$ 242 milhões.

Certamente ficou esquecida esse tempo todo, voltando agora em época de eleição, porque será? Superfaturamento, desvio de verba pública, politicagem? Não sabemos!

“O meu sustento vem daqui, se tirar a gente, vamos passar fome, nós vamos viver de quê?”, diz ambulante que trabalhar há mais de 6 anos no local.

“Eu sou mãe de cinco crianças, eu dependo deste polo… É daqui que sai o sustento meu e dos meus filhos!”, diz a vendedora de coco do Vila do Mar.

Queiroz do Povo foi em busca de esclarecimentos com os responsáveis no local, ao serem questionado por Queiroz sobre previsões de entregas, prazos de conformidades e sobre a “ajuda” e benefício que traria aos trabalhadores locais, os responsáveis são sabem o que falar e se fazem de desentendido.

“Sou trabalhador e é culpa do prefeito Roberto Cláudio porque eles nos enganou, disse que a prioridade de trabalho seria para nós, tirei todos os documentos, fiz exames, para ele vim e colocar outras pessoas de uma empresa terceirizada. Cadê a prioridade dos trabalhadores locais?”, desabafa o jovem autônomo com a atual situação.

Assista ao vídeo da denúncia:

O Diário Ceará é um portal de notícias focado no digital e que atua de forma independente, fornecendo notícias do nosso Estado do Ceará, do Brasil e do Mundo. Criado em 2019, mas lançado em 2020, o site se propõe a ser uma das principais referência confiáveis de conteúdo, principalmente no momento de profusão das fake news.

PUBLICIDADE
Deixe sua opinião aqui
PUBLICIDADE

CURTA NOSSA PÁGINA